segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

 Meu sonho de consumo em termos de viagem é Nova York, ai,ai, ai ,ui,ui...pois é.. já realizei o sonho de visitar algumas cidades européias,mas ainda faltam Nova York(EUA) e Veneza,Milá,Turim e Roma(Itália),e tenho fé que um dia realizarei estas viagens.
A minha paixão por Nova York tornou-se ainda mais intensa principalmente depois que me tornei fã incondiconal da série Sex and The City,inclusive já postei vários posts aqui sobre a série.
A série é baseada nessa cidade maravilhosa e bastante cosmopolitan...há tempos penso em fazer um post sobre Nova York até que encontrei neste site alguma coisa interessante e resolvi postar:
Considerada a capital cultural das Américas, Nova York reúne pessoas e culturas de todos os cantos do mundo. Uma das maiores cidades do planeta, Nova York oferece uma infinidade de atrações em qualquer época do ano, embora seja especialmente agradável durante a primavera e o outono. Nova York ostenta uma extraordinária variedade de museus e galerias, e uma noite incomparável. As principais atrações estão localizadas na ilha de Manhattan, endereço obrigatório para os visitantes que chegam à cidade. A ilha abriga lojas luxuosas, zonas residenciais e o mais importante centro financeiro do planeta.

Uma das primeiras coisas a fazer quando se chega à cidade é se familiarizar com o metrô, pois além de ser o mais barato meio de transporte é também o mais prático e eficiente. Você pode pedir um mapa atualizado em qualquer guichê nas estações. Até pouco tempo, para se andar de metrô era possível escolher para o pagamento os tokens (fichas unitárias) ou o metrocard (um cartão magnético). Agora, para enxugar gastos, muitas bilheterias foram fechadas e você compra seu cartão em máquinas, com cartão de crédito, débito ou dinheiro. A operação é bastante simples. Você precisa apenas decidir qual o bilhete mais interessante pra você. A escolha inicial deve ser feita entre "Single Ride" (você paga por viagem) e "Unlimited Ride" (você paga pelo período, podendo usar quantas vezes quiser).

Se preferir andar de ônibus, reserve um tempo a mais, pois o trânsito na cidade é difícil e, conseqüentemente, a viagem se torna lenta. Você pode pagar com moedinhas (seus cents, mesmo) ou então com o mesmo cartão do metrô. Observando um mapa de Manhattan você verá que, de maneira geral, ao sul da ilha as ruas têm nomes. Depois começa uma numeração crescente ao norte. Isso é importante porque você sempre saberá se tomou a direção correta. Muitas linhas têm plataformas diferentes para Downtown (sentido Sul) e Uptown (Sentido Norte), portanto supondo que você esteja na Rua 14 e queira ir para a Rua 42, terá que procurar um trem Uptown. Para as avenidas, que cruzam o mapa verticalmente, vale da direita para a esquerda.

Manhattan island - New York


Central Park - New York  




 Passeios

Central Park
Espécie de jardim encravado no coração de Manhattan, o lugar é cenário para os programas mais variados - de um prosaico cooper matinal no verão à patinação no gelo durante o inverno. O parque é lindo e enorme, indo desde rua 59th até a 110. Divide a cidade em East e West,de um lado a 5ªAvenida e do outro Central Park West. Foi projetado em 1850 e custou 10 milhões de dólares. Possui 843 acres com áreas para patins, bicicleta, tênis, pesca, futebol, basquete, programas de recreação, lagos etc. E mais, na altura da 72 St.: Strawberry Fields, uma área homenageando John Lennon (que morava bem pertinho, no edifício Dakota). Há vários concertos ao ar livre de arrepiar, da New York Philarmonic Orchestra, de jazz, ópera, enfim uma vasta programação.


Chinatown
Não chega a ser tão grande como sua congênere de São Francisco. Mesmo assim o lugar preserva, em suas fachadas, negócios e restaurantes, boa parte da atmosfera das primeiras décadas do século, quando os emigrantes chineses se instalaram em Manhattan.

Estátua da Liberdade
Em 1886, o povo da França presenteou os Estados Unidos com uma escultura em cobre de 93 metrosde altura chamada "A Liberdade Iluminando o Mundo", que ficou famosa como a Estátua da Liberdade. A Obra foi inspirada em outros colossos da humanidade: no de Rhodes,claro,e no imponente quadro de Delacroix, "A Liberdade Guiando o Povo".

Ellis Island
A ilha foi integrada ao Monumento Nacional da Estátua da Liberdade. O edifício principal de Ellis Island é agora um museu dedicado à história da imigração de Nova York e ao importante papel desempenhado pela ilha durante as migrações de massa na América, no séc. XIX.

Empire State Bulding
Mesmo já tendo sido deixado para trás por outros arranha-céus da cidade, como as torres do World Trade Center, o edifício de 102 andares ainda é uma parada obrigatória para os turistas vindos de todas as partes. Mais de 85 milhões de visitantes já estiveram em seu topo, desde a inauguração em 1931.


Passeios de helicóptero
A empresa Island Helicopter (tel. 564-9290) faz vôos panorâmicos sobre a ilha de Manhattan, um programa literalmente celestial, com diferentes trajetos e durações. O mais simples dura cerca de doze minutos, custa 70 dólares e parte da 34th St com East River.

Ponte do Brooklin
Considerada a oitava maravilha do mundo quando foi terminada em 1883, a ponte é uma obra prima da engenharia, com seus cabos de suspensão e uma bela vista de Nova York, e liga Manhattan ao Brooklin, passando sobre o East River.


Rockfeller Center - visto como uma obra prima do design urbano, o local oferece opções gastronômicas, lojas e serviços. Na parte baixa, a praça é utilizada como ringue de patinação no gelo durante o inverno e como restaurante ao ar livre no verão.


Soho
É uma parte de Nova York onde se concentram galerias, lojas e boutiques famosas, onde são vendidas preciosas curiosidades. Destaque para a sua arquitetura de aço fundido, que abriga grandes lofts habitados por artistas.


South Street Seaport
Imagine uma combinação de shopping center com um museu naval. Pois o lugar deve a essa curiosa química boa parte de sua interessante atmosfera. Lojas, barzinhos e restaurantes charmosos fazem contraponto a navios históricos, bem no lugar onde, no século passado, batia o coração do porto de Nova York. A exemplo de alguns locais europeus, como Trafalgar Square em Londres ou o Centre Georges Pompidou em Paris, malucos de todos os matizes fazem curiosas performances pelos amplos decks. Ótima pedida para se passar uma tarde de sol.

St Patrick's Cathedral
Essa bela construção neogótica abriga a maior catedral católica dos Estados Unidos. Além de muito bonito, o lugar funciona como uma escala obrigatória em qualquer passeio pela Quinta Avenida, bem no meio da qual está situada.Não deixe de andar entre as ruas 45 a 57.



Broadway.


Time Square
Na esquina mais famosa de Nova York, os turistas podem encontrar cinemas, teatros, megastores e luminosos mirabolantes.




Museus

Intrepid Sea Air Space Museum
Este museu fica em um porta-aviões da Segunda Guerra Mundial e conta com uma exposição que tem, por exemplo, 40 aviões, o submarino de mísseis teleguiados Growler, o destróier Edson, o A-12 Blackbird (o avião de espionagem mais rápido do mundo) e um Concorde da British Airways.

Metropolitan Museum of Art
Fundado em 1870 para fazer frente aos museus europeus, o Metropolitan, ou simplesmente Met, abriga obras de todo o mundo, da pré-história aos dias de hoje. O museu tem uma das maiores coleções de arte egípcia fora do Cairo. Não deixe de ver alguns marcos da arte moderna americana, como a tela Two Lights, de Edward Hopper.


Museum of Modern Art
O MoMA abriga a maior coleção de arte moderna do mundo. Têm no seu acervo alguns dos mais famosos quadros impressionistas e modernos. Fundado em 1929, possui hoje cerca de 100 mil obras, entre elas A Noite Estrelada, de Vincent Van Gogh, e A Persistência da Memória, de Salvador Dali.

Museum of Natural History
São quatro quarteirões de exposições, mais de 36 milhões de artefatos e diversos filmes sobre a evolução da vida. São disputadas as salas dos dinossauros, da biodiversidade, dos meteoros, do Planeta Terra, dos minérios e pedras preciosas. 
Eu tive a oportunidade de visitar/conhecer o Natural History Museum of London (em Londres) e é fantástico,vale a pena conhecer!!

Como Ir
São várias as formas de se chegar à Nova York. Os aeroportos internacionais John F. Kennedy e Newark são os portões de entrada de vôos vindo de diversos países. Três grandes aeroportos servem a cidade de Nova York. O John F. Kennedy fica a 20 quilômetros sudoeste do centro da cidade, no distrito de Jamaica, Queens. A NY Airport Express e a Grey Line operam serviços de ônibus até Manhattam entre 6h05 e 23h59. Os pontos de táxi operam 24 horas por dia. A viagem dura entre 30 minutos e uma hora dependendo do trânsito. O aeroporto Newark Libery International fica no estado de Nova Jersey, do outro lado do Rio Hudson, a 26 quilômetros sudoeste de Nova York. A Olympia Airport Express Bus oferece serviços de ônibus ate Midtwon entre 4 e 1h com saídas a cada 15 minutos. A viagem dura cerca de uma hora. Pontos de táxi funcionam durante o horário de operação do aeroporto. Já os trens AirTran funcionam das 5 às 24h e a viagem dura cerca de 30 minutos.

Quando Ir
Costuma nevar no inverno, mas a cidade fica charmosa e mais barata. O outono e a primavera têm temperaturas amenas e agradáveis. Já no verão a temperatura chega a 40ºC. Em julho tudo fica mais caro.

Documentos e Vistos
Solicite seu visto com bastante antecedência da data pretendida da viagem. Todos os requerentes de vistos de turismo devem demonstrar, individualmente, que têm laços fortes que os façam retornar ao Brasil após uma breve temporada nos Estados Unidos.

Ficar
Como toda metrópole, Nova York também oferece milhares de hospedagens que vão do luxo, até as opções mais baratas. É possível encontrar hotéis de luxo por toda Manhattan. A escolha depende, basicamente, da vizinhança. O Hotel Plaza Athénée fica no elegante Upper East Side. Já o The Mercer, no badalado Soho. Para os mais modestos, a opção é o hotel Inn on 23rd Street, no Chelsea. Os espaçosos quartos são apenas um dos motivos que fazem deste hotel uma das melhores opções mais econômicas. Mas também há hotéis de duas e três estrelas no Upper East Side. Um deles é o The Lucerne, que ocupa um prédio construído em 1903.  Chelsea, Times Square, Tribeca e Greenwich Village oferecem boas opções de hotéis com preços mais camaradas. Chelsea Lodge e Larchmont Hotel, em Greenwich Village, também possuem acomodações confortáveis a preços menos exagerados. 

Comer
Nova Iorque possui alguns dos melhores restaurantes dos Estados Unidos. Gean Jorges, Nobu, Le Cirque, China Grill são apenas alguns deles. Mas a cidade também tem ótimas opções para os menos gastadores. Suas pizzarias são famosas em todo o mundo. Os restaurantes chineses, russos e italianos do East Village, são ótimos. Tal qual os africanos e árabes do Brooklyn. Espalhados por toda a cidade, os diners, que funcionam 24 horas, têm menus vastos, que vão desde panquecas até deliciosos steaks e sobremesas bem servidas.

Moeda
A moeda dos Estados Unidos é o dólar, dividido em 100 cents. As notas de dólar mais comuns são as de $1, $5, $10, $20 e $100.





Idioma
O inglês americano é o idioma oficial de Nova York.

Clima
Nova York tem quatro estações: primavera, verão, outono e inverno. O outono suave e confortável na cidade se estende até Novembro antes que seja necessário um casaco bem quente, de inverno. Aí, se prepare pois venta muito! As temperaturas mais amenas do início da primavera abrem caminho para um florido maravilhoso e um clima agradável. O verão é quente e algumas vezes úmido, mas uma delícia com as mesas dos restaurantes nas calçadas.

Transporte
Use metrô ou pegue um táxi. Para as distâncias curtas, caminhe e descubra os segredos da cidade.O ônibus também é uma ótima opção de transporte. Eles são freqüentes, com ar condicionado e as transferências são gratuitas (dentro do período de 2 horas), e  aceitam o mesmo MetroCard que você usa no metrô. Outra alternativa super interessante é comprar o City Pass, um passaporte que dá direito a conhecer as mais importantes atrações de Nova York: American Museum of Natural History, Guggenheim Museum, The Museum of Modern Art, Intrepid Sea Air Space Museum, Circle Line Sightseeing Cruises e Empire State Building Observatory. O preço total dessas atrações custa em torno de US$ 110 e com o CityPass o custo é de US$ 55, uma economia de 50%.

Compras
Nova York tem alternativas de compras para todos os gostos. Abaixo, seguem algumas das melhores opções em lojas da cidade.
·         Barneys New York - Situada no elegante East Side, essa loja de departamentos vende o melhor das coleções de jovens estilistas, além de linhas secundárias de marcas consagradas, como Marc Jacobs e Thory. Duas vezes por ano, em fevereiro e agosto, a Barneys abre seus estoques localizados em um armazém no bairro de Chelsea e promove uma grande liquidação, com impressionantes descontos de até 80%.

·         Bloomingdale's - Acha-se de tudo nesta conhecida loja de departamentos, uma das atrações mais concorridas de Nova Iorque: bolsas, sapatos, cosméticos e até móveis. Por isso, paciência, bom senso e muita disposição na hora de escolher são fundamentais.
·         B&H Photo & Vídeo - Na maior loja do gênero nos Estados Unidos é possível encontrar uma grande variedade de equipamentos de fotografia e filme a preços atraentes. O mesmo vale para os produtos de áudio e vídeo, inclusive profissionais. Os vendedores, todos judeus ortodoxos, são especialistas no assunto e não se incomodam em ajudar os leigos compradores a encontrar exatamente o equipamento que precisam.
·         Macy’s – É a maior rede de lojas de departamento, que ocupa um quateirão inteiro em Nova York e é apelidada de ‘a maior loja do mundo’. A rede possui um total de 431 lojas espalhadas nos Estados Unidos.

·         Saks Fifth Avenue - Ela foi reformada, mas continua com aquele ar antiquado e com muita variedade de produtos... A parte de perfumaria é o melhor da loja , sempre com novidades em primeira mão! Do lado de fora,  vitrines com som. É uma ótima loja para quem tem disposição e tempo.

·         Virgin Megastore - Uma das maiores e mais famosas da cidade, esta loja reúne todo tipo de música, inclusive com lançamentos importados. Há uma seção dedicada somente para singles e muitas estações de escuta individual onde é possível ouvir quase todos os discos a venda.

Experimente
·         Os cheesecakes.

·        Um Hot Dog de rua, com todos os recheios a que você tiver direito (peça with works).

·         Um brunch completo no Domingo.

·         Um passeio pela Soho e por suas belíssimas galerias de arte.

·         A sensação de uma autêntica missa Gospel no Harlem.
·         Pelo menos um show na Brodway.

·         A vista panorâmica do Empire State.

Toque Romântico
·         Topo do Empire State Building: Embora este não seja o único lugar pra ver a cidade das alturas, é certamente o mais romântico. O melhor horário é ao cair da noite, quando é possível ver as luzes da cidade acendendo e então você terá o cenário ideal para uma declaração, uma proposta ou simplesmente para encantar sua companhia com uma ou duas palavras românticas.
·         Central Park: O programa romântico aqui depende da época do ano. Um passeio de carruagem ou de barco, um pic-nic bem elaborado no grande gramado ou caminhar sem pressa pelo belo cenário de tantas histórias de amor no cinema.

·         Brooklyn Promenade: Este é o lugar de onde se tem a vista tão famosa de Lower Manhattan. Passeie, sente num dos bancos e aprecie a vista. Para complementar, um jantar num dos restaurantes próximos, conforme o seu bolso permita: há vários restaurantes de preços acessíveis na Montague St. (rua que desemboca no promenade) ou, pra impressionar, vá ao River Café, que fica praticamente embaixo da Brooklyn Bridge e é o pacote completo: ambiente, cozinha e a melhor vista e, claro, você paga por tudo isso.

·         Passeio de barco: Há algumas formas de se ver Manhattan da água, sendo a barca pra Staten Island a mais barata delas – é de graça! E mais uma vez a sugestão é ver o anoitecer.

·         Lincoln Center: Incluindo ou não um espetáculo, o passeio à noite pela local mostra seu lado romântico-sofisticado.

·         Metropolitan: Passear pelo acervo do Metropolitan com a sua companhia favorita pode já ser romântico. Mas com o Central Park como pano de fundo, o interessante mesmo é ir até o terraço, quando o tempo permite.
·         Patinar no Rockefeller Center: este passeio é mais interessante se você for uma pessoa de bom equilíbrio ou experiência sobre patins. Tudo bem que você pode estar de mãos dadas, mas a idéia é impressionar e não fazer feio.





Wall Street Bull.


fonte:


Um comentário:

Vintage ✿ Mademoiselle Priscilla disse...

Olá querida, passando para te desejar um ótimo fim de semana e avisar que estou com um novo endereço...

http://vintagepri.blogspot.com/

Aguardo sua visita

XOXO KISS!